No próximo ano, os países europeus passarão a adotar o sistema EES (Sistema de Entrada e Saída), para controle da entrada de estrangeiros, conforme previsto na Regulação (EU) 2017/2226.

Tal como atualmente feito nos Estados Unidos, além dos dados do passaporte, o sistema coletará dados biométricos (impressão digital e imagens faciais) e armazenará para eventuais necessidades futuras.

O sistema também registrará automaticamente a entrada e a saída do país, o que permitirá ações mais rápidas em casos de sobrestadia.

Para acessar a notícia na integra, clique aqui.

❮ Voltar ao Boletim LGDP Express 01/23