Bem-vindos ao China 5.0!

NOTA
Apesar do elevado número de notícias acerca da propagação do Covid-19 (coronavírus) pelo mundo, ainda há desinformação tanto sobre a epidemia quanto sobre a China.
Nesse contexto, indicamos a leitura do artigo “Opinião: É hora de solidariedade com a China, não de racismo”, que aponta como a repercussão do vírus está revelando diversos casos de reprodução de preconceito contra os chineses.
Nesse sentido, o nosso China Desk, composto por advogados comprometidos com a ética e a aplicação de nossas leis, presta a sua solidariedade à China e destaca que trabalha para a aproximação da relação entre brasileiros e chineses, repudiando todo e qualquer ato de intolerância e preconceito.

* * *

Corte chinesa estabelece que artigo produzido por inteligência artificial possui direitos autorais – Uma corte na cidade chinesa de Shenzhen decidiu que um artigo criado por inteligência artificial possui proteção jurídica. O robô Dreamwriter, da Tencent, uma gigante chinesa de tecnologia, é capaz de produzir cerca de 2.000 notícias relacionadas a finanças e esportes por dia. O caso em questão envolveu a cópia e publicação de um artigo escrito pelo DreamWriter pela Shanghai Yingxun Technology Co., resultando em uma ação movida pela Tencent. Ao final, a Shanghai Yingxun foi obrigada a pagar uma indenização no valor de 1.500 yuans, o equivalente a 216 dólares. (CGTN, 13.01.2020)

* * *

Brasil e China fecham acordo histórico sobre a exportação de melão – A Administração Geral de Aduana da China (GACC) autorizou a importação de melão do Brasil. Este ato é considerado simbólico por ser a primeira vez em que os dois países firmam um acordo envolvendo frutas. A China é o maior mercado mundial de consumo de melões, o que poderá significar um grande crescimento no volume de exportação da fruta pelo Brasil. Técnicos da GACC já realizaram inspeções em fazendas produtoras de melão no Rio Grande do Norte e no Ceará. A China ainda deve divulgar a lista de fazendas e estruturas de embalo para exportação certificadas. (G1, 23.01.2020)

* * *

Progresso de redução da pobreza na China é elogiado no Fórum Econômico Mundial – O presidente do Fórum Econômico Mundial afirmou que o progresso na erradicação da pobreza na China é sem precedentes e que seu esforço para promover o multilateralismo deve ser abraçado por todos os membros da comunidade global. Borge Brende, político norueguês, ressaltou que aproximadamente 800 milhões de pessoas saíram da pobreza extrema na China, número nunca antes visto na História da humanidade. Além disso, as previsões indicam que, em 2020, o PIB da Ásia deva ultrapassar o PIB do restante do mundo somado. A região poderá contribuir, até 2030, com cerca de 60% do crescimento mundial. (XINHUA, 22.01.2020)

* * *

China quer banir o uso de plástico descartável – A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma da China irá implementar políticas de sustentabilidade e redução da produção de lixo no país nos próximos cinco anos. As sacolas plásticas serão banidas de todas as cidades até 2022, com exceção dos mercados de produtos frescos, que terão isenção até 2025. De acordo com as novas regras, o setor hoteleiro não poderá fornecer gratuitamente itens plásticos descartáveis e o setor de restaurantes deverá reduzir o uso de itens plásticos descartáveis em até 30%. (BBC NEWS, 20.01.2020)

* * *

Fabricante chinesa de painéis solares pretende dobrar sua produção no Brasil em 2020 – A BYD pretende ampliar a produção de painéis no Brasil ainda este ano. Segundo um executivo da fabricante chinesa que possui uma unidade de fábrica em Campinas desde 2017, a intenção é motivada pelo otimismo com o mercado global e pela queda nos custos de componentes. Adalberto Maluf, Diretor de Marketing e Sustentabilidade da BYD no Brasil, afirmou que a produção está sendo dobrada em relação à de 2019. (EXAME, 02.01.2020)

* * *

ByteDance, dona do TikTok, planeja entrar no mundo dos games – A chinesa ByteDance é a startup mais valiosa do mundo. Seu aplicativo de vídeo, TikTok, já ultrapassou Facebook e Instagram e se tornou o segundo aplicativo mais baixado em smartphones. Segundo a Bloomberg, a startup chinesa já teria adquirido direitos autorais e estúdios para a criação dos jogos, bem como contratado cerca de 1.000 funcionários especialmente para o desenvolvimento do novo projeto. Fontes disseram que a ByteDance planeja a criação de jogos para mutiplayers com temas relacionados à cultura chinesa. (ESTADÃO, 20.01.2020)

* * *

Principal serviço de encomenda expressa da China abarca tecnologia no fornecimento de produtos frescos – A SF Express está prestes a se tornar uma prestadora de serviços de logística movida a tecnologia. Em 2018, a empresa, pela primeira vez, transportou lagostas vivas dos Estados Unidos para a China, em um avião fretado. Desde então, também transportou lagostas canadenses e cerejas chilenas para a China. A SF Express está buscando o desenvolvimento do transporte porta a porta e a implementação de novas rotas de cargas e produtos a serem transportados. Nos primeiros meses de 2019, a SF já havia atingido a média de 3.407 toneladas métricas de produtos por dia, em cerca de 4.170 voos. (CHINA DAILY, 22.01.2020)

* * *

Competindo com empresas americanas, chinesas crescem no mercado de smart speakers e alcançam números recordes de vendas – Apesar da Amazon e da Google representarem 53,2% do mercado de smart speakers, um estudo recente realizado pela Strategy Analytics mostra que elas vêm perdendo espaço frente às competidoras chinesas. A Alibaba, por exemplo, teve um crescimento de 94% na venda de smart speakers, que atingiu o recorde global de 146.9 milhões de vendas em 2019, enquanto Baidu e Xiaomi tiveram um crescimento, respectivamente, de 171% e 167% nos últimos anos, sobretudo no asiático. (FORBES, 17.02.2020)

* * *

Para Saber Mais

A China vem alcançando marcas inéditas com sua influência econômica e tecnológica, reforçando cada vez mais sua posição como líder mundial em termos de crescimento e desenvolvimento. Contudo, muitos países ainda enfrentam dificuldades em estabelecer uma verdadeira conexão com a China, conexão essa de extrema importância para a expansão e o desenvolvimento de negócios.

Nesta edição, indicamos o episódio “Brasil China Expert” do BBN Brasil Podcast de Tom Reaoch, com a entrevista de Taís Bahia, advogada do nosso China Desk. Ela falou sobre oportunidades de negócios entre os dois países, barreiras culturais no mundo corporativo, dentre outras curiosidades sobre o gigante asiático. Também disponível em Spotify e Apple.

* * *

Para enviar suas sugestões/opiniões sobre o nosso boletim, clique aqui.
Para receber nossos boletins por e-mail, por favor, clique aqui.

Até a próxima edição!

China Desk