Bem-vindos à Blockchain Descomplicada!

Esperamos que gostem do nosso boletim! Dê a sua opinião clicando aqui.
O seu feedback é importante para que o boletim melhore a cada edição!

Quer receber nosso boletim? Cadastre-se clicando aqui.
Click here for the English version.

* * *

Back to Square One
No último boletim (29.01.2019), trouxemos um vídeo sobre a origem do proof-of-work e uma comparação com o proof-of-stake. A fim de complementar a análise do tema, indicamos nesta edição o artigo “A (Short) Guide to Blockchain Consensus Protocols” publicado no Coindesk, que trata do Consensus Protocol de modo geral, abordando diversos métodos de consenso desenvolvidos até o momento.

* * *

Block News
Know Your Transaction para stable coins – A Chainalysis, empresa que é considerada referência em ferramentas de compliance para o mercado crypto, disponibilizou, em 24.01.2019, um protocolo antilavagem de dinheiro para criptoativos, com foco em stablecoins, denominado “Chainalysis Know Your Transaction – KYT”. O objetivo do KYT é monitorar todas as transações feitas com o uso de stablecoins, desde a sua emissão até o seu resgate, e possibilitar a identificação de usos ilícitos de criptoativos. (CISION- PR NEWSWIRE; 24.01.2019)

* * *

Parceria entre Harvard e Levi Strauss & Co para desenvolvimento de projeto em blockchain voltado à saúde dos trabalhadores – A Escola de Saúde Pública de Harvard, a New America e a empresa norte-americana de vestuário Levi Strauss & Co anunciaram parceria para desenvolver sistema baseado em blockchain, com o fim de ampliar a auditoria externa acerca da saúde e segurança dos trabalhadores das fábricas da Levi Strauss. O objetivo é registrar as pesquisas anuais respondidas pelos trabalhadores da empresa na blockchain. De acordo com o fundador da Blockchain Trust Accelerator (BTA) da New America, Tomicah Tillemann, será possível fornecer uma plataforma segura, padronizada, auditável e transparente, em que os dados das pesquisas dos trabalhadores possam ser agregados e analisados. Segundo a Reuters, as fábricas localizadas no México, que empregam cerca de 5.000 trabalhadores, serão as primeiras a utilizarem o sistema em blockchain ainda no ano de 2019. (REUTERS; 24.01.2019)

* * *

Com a morte de seu CEO, QuadrigaCX, a maior exchange canadense, perde acesso a US$ 190 milhões em criptoativos – A morte de Gerald Cotten, 30 anos, tem gerado grandes problemas para a sua exchange, a QuadrigaCX. Ele era a única pessoa autorizada a transferir fundos entre a carteira da exchange e sua cold wallet, armazenada em um laptop. Com o falecimento do CEO, as transações da empresa foram congeladas e todos os valores depositados na cold wallet da empresa ficaram inacessíveis. Como a viúva do CEO não conseguiu desbloquear seu computador, mesmo com a ajuda de profissionais, a exchange não viu saída senão pedir concordata na Suprema Corte da Nova Escócia, província canadense. No dia 05.02.2019, o juiz Michael Wood determinou a suspensão do ajuizamento de ações conexas ao caso pelos próximos 30 dias. (THE GUARDIAN, 04.02.2019; REUTERS, 05.02.2019)

* * *

U.S Securities and Exchange Comission (SEC) procura ferramenta para análise de dados das plataformas de blockchain – A SEC emitiu um comunicado público, com o objetivo de definir potenciais ferramentas que forneçam dados para análise das plataformas de blockchain dos criptoativos mais utilizados no mercado. O objetivo é monitorar os riscos, melhorar o compliance e prestar informações sobre as políticas adotadas pela agência em relação aos criptoativos. Um dos requisitos necessários da ferramenta é a possibilidade de extrair e analisar informações correlacionadas aos dados gravados na blockchain como, por exemplo, a identificação de alguém a partir de um determinado endereço. (FEDERAL BUSINESS OPPORTUNITIES; 31.01.2019)

* * *

Grin: versão “privada” do Bitcoin, inspirada no mundo bruxo – Em julho de 2016, um usuário, utilizando o pseudônimo Tom Elvis Jedusor (o verdadeiro nome de Lord Voldemort em francês), postou um texto com a descrição da blockchain MimbleWimble, que, em oposição ao Bitcoin, “esconderia” totalmente a identidade em transações registradas na blockchain. Em seguida, outro (ou o mesmo) indivíduo com o pseudônimo Ignotus Peverell (outro personagem da franquia) lançou a criptomoeda Grin na blockchain MimbleWimble. As iniciativas, claramente inspiradas no mundo de Harry Potter, têm como principal objetivo tornar as transações feitas na blockchain anônimas, de modo que as técnicas para relacionar pessoas do mundo real com as carteiras virtuais e suas conexões não sejam eficazes. (MIT TECHONOLOGY REVIEW; 31.01.2019)

* * *

IBM finaliza teste de rastreamento do envio de laranjas da China para Singapura com uso de blockchain – Aproximadamente, vinte e oito toneladas de laranjas que saíram da China com destino a Singapura foram rastreadas utilizando a blockchain da IBM. O conhecimento de embarque (Bill of Lading ou “BL”, em inglês) – documento que descreve os bens e os detalhes do transporte, entre outras informações – foi registrado em blockchain. A IBM criou um conhecimento de embarque eletrônico (e-BL) que ajudou a reduzir e agilizar todo o procedimento, em razão da automação do fluxo de documentos. (COINDESK, 01.02.2019)

* * *

Facebook contrata time envolvido na Chainspace, startup especializada em blockchain – A Chainspace está construindo um sistema descentralizado de smart contracts que poderá facilitar pagamentos e outros serviços, fazendo uso da tecnologia blockchain. O Facebook contratou o time envolvido na startup, dando indícios que intensificará investimentos em blockchain. Segundo a notícia, além da equipe da startup, o Facebook tem contratado acadêmicos, engenheiros e advogados com experiência em blockchain. (CHEDDAR, 04.02.2019)

* * *

Zcash finalmente anuncia que encontrou um bug na sua plataforma e que o problema já teria sido corrigido – Em 05.02.2019, onze meses após a descoberta de uma vulnerabilidade na Zcash, foi publicado um pronunciamento oficial sobre o assunto. De acordo com o texto divulgado, o problema encontrado permitiu a criação de Zcash falso, mas não afetou a privacidade dos usuários. Como informado pelos administradores da rede, não é necessária nenhuma ação por parte dos detentores do criptoativo. A plataforma manteve segredo sobre o assunto mesmo após encontrar uma solução – já implementada em 28.10.2018, por meio de um upgrade feito na rede. (ZCASH, 05.02.2019)

* * *

Blockchain Desk Indica
Nas palavras de Gerd Leonhard, autor do livro “Technology vs. Humanity”, os dados são o “novo petróleo” e a arma mais poderosa da sociedade atualmente. Nos últimos anos, percebemos um movimento forte de regulação (GDPR, na Europa, e LGPD, no Brasil, são dois exemplos claros) do tratamento e da proteção dos dados pessoais, com consequências importantes para a tecnologia blockchain. Considerando este cenário, indicamos o artigo “Blockchain from a perspective of data protection law”, elaborado pela Deloitte, que analisa a tecnologia blockchain e sua interseção com o General Data Protection Regulation (GDPR), lei europeia de proteção de dados.

* * *

Mandem suas críticas, sugestões de temas e tudo mais que possa contribuir para a melhoria do nosso boletim, clicando aqui.

Confira nossos informativos anteriores clicando aqui.

Até a próxima edição!
Blockchain Desk.